Radio Free Europe/Radio Liberty: Fonte da Maioria das Notícias sobre o Conflito Ucraniano

Por que as notícias sobre a Ucrânia ao redor do mundo são tão parecidas? Porque possuem todas a mesma fonte: Radio Free Europe/Radio Liberty, uma operação midiática da CIA criada na Guerra Fria para difundir ideias liberais nos países do Pacto de Varsóvia e que, mesmo após o fim da Guerra Fria, segue atuando contra os inimigos dos EUA, mas agora em vários continentes.

Dois terços das notícias sobre a guerra russo-ucraniana vêm da Radio Free Europe/Radio Liberty, abreviada para RFE/RL, e você não tem dúvidas sobre sua veracidade, especialmente diante de notícias como a do casal russo em relacionamento aberto, onde ela autoriza seu marido a estuprar mulheres ucranianas, mas usando um preservativo? A fonte das notícias é, de acordo com La Stampa, a Radio Free Europe/Radio Liberty. O que é Radio Free Europe/Radio Liberty?

É uma organização de comunicação e uma estação de rádio fundada pelo Congresso dos EUA em 1949. A sede da estação foi estabelecida em Munique, um dos estados alemães mais anticomunistas da Alemanha Ocidental – dirigida pela CSU de Franz Josef Strauss – e transmitiu seu primeiro programa de ondas curtas em 4 de julho de 1950, para a Tchecoslováquia socialista.

A organização foi financiada pelo Congresso dos EUA e até 1971 o dinheiro foi canalizado através da CIA. As transmissões foram parte de uma campanha de guerra psicológica geral da CIA dirigida para além da Cortina de Ferro. A CIA criou diretrizes gerais e forneceu informações diárias para o tratamento das notícias. As autoridades da União Soviética tentaram regularmente bloquear as transmissões da Radio Free Europe até 1988. De 1985 a 1993, a organização também dirigiu a Radio Free Afghanistan.

O colapso da União Soviética reduziu o orçamento da Radio Free Europe, sua sede foi transferida para Praga em 1995 e suas operações na Europa foram reduzidas. Entretanto, essas operações se expandiram em outros lugares, em 1994 foi lançado o Radio Free Iraq, bem como um serviço em persa – a língua do Irã? Oops! -, e em 1997 começou a transmitir em Kosovo, dois anos antes de a OTAN começar a “exportar a democracia liberal” para os sérvios. Também estão planejados novos serviços para o Afeganistão e outras partes do norte da Ásia.

A organização ainda existe hoje na Europa, na Ásia e no Oriente Médio. Ele transmite mais de mil horas por semana de programas em 28 idiomas em onda curta, onda média, modulação de freqüência e Internet, e o objetivo declarado da Radio Free Europe é “Promover valores e instituições democráticas através da disseminação de informações e idéias”.

E você não se pergunta sobre o absurdo que eles estão vendendo? Sobre as fontes dos principais jornalistas, a saber, a CIA?

Imagem padrão
Matteo Luca Andriola

Jornalista e escritor.

Artigos: 120

Deixar uma resposta