Os 20 bilionários que mais enriqueceram em 2020

2020 foi um ano terrível para a maioria das pessoas, inclusive economicamente. Falências, desemprego e queda na renda afetaram quase todas as pessoas do planeta. Mas para uma categoria muito particular de pessoas, 2020 foi um ano maravilhoso. Listamos os bilionários, verdadeiros “donos do mundo”, que mais se beneficiaram com 2020.

No ano de 2020 vimos uma pandemia que teve efeitos catastróficos para a economia do planeta. Mas com isso estamos nos referindo, principalmente, aos pequenos e médios empreendedores, bem como aos trabalhadores formais e informais. Para esses, 2020 foi um ano de falências, desemprego e miséria.

Mas para uma categoria bastante seleta de pessoas, o ano de 2020 foi um período de enriquecimento sem precedentes, enquanto dezenas de milhares de pequenas empresas iam à bancarrota, centenas de milhares de pessoas morriam e os governos do mundo inteiro mantinham todos trancafiados em casa.

20 – Zeng Yuqun

Enriquecimento em 2020: $16.3B (R$87.5B)
Patrimônio líquido total: $25.3B (R$135.9B)


O presidente da chinesa Amperex Technology é o maior fornecedor de baterias para carros elétricos no planeta. Ele é um dos principais parceiros comerciais de Elon Musk na Ásia.

19 – Goh Cheng Liang

Enriquecimento em 2020: $16.5B (R$88.6B)
Patrimônio líquido total: $27.6B (R$148.2B)


O singapurano Goh, fundador da Wuthelan Holdings e maior acionista da Nippon Paint, é o maior empresário do setor das tintas no mundo.

18 – Lei Jun

Enriquecimento em 2020: $16.7B (R$89.7B)
Patrimônio líquido total: $27.8B (R$149.B)


O presidente da Xiaomi viu a sua fortuna crescer com o crescimento da sua empresa de smartphones, que hoje começa a rivalizar com a Appel e a Samsung.

17 – Mukesh Ambani

Enriquecimento em 2020: $17.1B (R$91.8B)
Patrimônio líquido total: $75.7B (R$406.6B)


O homem mais rico da Índia e da Ásia, Ambani é o presidente da Reliance Industries, a maior empresa da Índia, gigante da petroquímica, do refino de petróleo e da exploração de gás, atuando também no setor têxtil, nas telecomunicações, e mais recentemente no aeroespacial. A Reliance, sozinha, corresponde a 8% das exportações de mercadorias por parte da Índia, e a 5% da renda alfandegária do governo indiano. O crescimento de Ambani em 2020 se deve aos investimentos feitos em seus negócios pelas gigantes do Vale do Silício, que buscam parceria com a Reliance no setor digital.

16 – Bill Gates

Enriquecimento em 2020: $17.2B (R$92.4B)
Patrimônio líquido total: $130B (R$698.2B)


Tendo apenas 1% das ações da Microsoft, Gates ainda assim é o terceiro homem mais rico do mundo. Seu enriquecimento em 2020 se deve principalmente ao crescimento de suas ações na Microsoft e em outros investimentos, administrados pela Cascade Investment, conforme os mercados de ações se recuperaram do choque pandêmico.

15 – Sergey Brin

Enriquecimento em 2020: $17.3B (R$92.9B)
Patrimônio líquido total: $80B (R$429.7B)


Cofundador da Alphabet, controladora da Google, o enriquecimento de Brin em 2020 se deve à especulação no mercado de ações após notícias das vacinas contra a covid-19 começarem a circular.

14 – Larry Ellison

Enriquecimento em 2020: $17.9B (R$96.1B)
Patrimônio líquido total: $76.7B (R$411.9B)


Ellison é o CEO e fundador da Oracle, uma megacorporação especializada em hardware e software de armazenamento de dados. Seu enriquecimento em 2020 se deve principalmente à especulação financeira pelo crescimento de ações na bolsa no final de 2020.

13 – Larry Page

Enriquecimento em 2020: $18.1B (R$97.2B)
Patrimônio líquido total: $82.7B (R$444.1B)


Cofundador da Alphabet, a holding que controla a Google, Page deve seu enriquecimento em 2020 principalmente à especulação financeira, já que após as notícias sobre desenvolvimento de vacinas para a covid-19 aparecerem, as ações de suas empresas se fortaleceram.

12 – Jay Y Lee

Enriquecimento em 2020: $18.2B (R$97.7B)
Patrimônio líquido total: $25B (R$134.3B)


O co-vicepresidente da Samsung provavelmente é o presidiário mais rico do mundo, já que ele foi recentemente preso por corrupção. Não obstante, a Samsung cresceu bastante em 2020 e agora está investindo principalmente na fabricação de chips.

11 – Ma Huateng

Enriquecimento em 2020: $18.5B (R$99.4B)
Patrimônio líquido total: $57.1B
(R$306.7B)

Fundador e CEO da Tencent, uma das principais empresas de internet, tecnologia e jogos da China, tendo entre suas propriedades o aplicativo de mensagens WeChat, por exemplo, Ma enriqueceu com o fortalecimento de todos os setores vinculados à internet.

10 – Pang Kang

Enriquecimento em 2020: $18.9B (R$101.5B)
Patrimônio líquido total: $31.7B (R$170.2B)


O discreto Pang Kang é o maior produtor de molho shoyo da China, sendo o presidente da Foshan Haitian Flavouring & Food. Após o fim das quarentenas na China, a sua fortuna disparou.

9 – Gautam Adani

Enriquecimento em 2020: $21.2B (R$113.9B)
Patrimônio líquido total: $32.5B (R$174.5B)


Agora o segundo homem mais rico da Índia, Adani triplicou o seu patrimônio em 2020. Seu patrimônio é composto principalmente de ações em empresas de mineração, gás e portuárias, e seu enriquecimento se deve principalmente à sua aposta em energias renováveis, como a solar.

8 – Steve Ballmer

Enriquecimento em 2020: $21.2B (R$113.9B)
Patrimônio líquido total: $79.3B (R$425.9B)


Ex-CEO da Microsoft, Ballmer é atualmente o maior acionista individual da empresa após Bill Gates vender mais de 4 milhões de ações. Ballmer se deu bem com o fortalecimento das ações da Microsoft ao longo de 2020.

7 – Mackenzie Scott

Enriquecimento em 2020: $25.3B (R$135.9B)
Patrimônio líquido total: $62.4B (R$335.1B)


O patrimônio de Scott, ex-esposa de Jeff Bezos, bem como seu enriquecimento em 2020, se deve basicamente aos 4% que ela tem em ações da Amazon, que ela conseguiu graças ao acordo de divórcio. Com o fortalecimento do e-commerce em 2020, ela se deu bem.

6 – Mark Zuckerberg

Enriquecimento em 2020: $26.1B (R$140.2B)
Patrimônio líquido total: $104B (R$558.6B)


Com mais pessoas trancafiadas em casa e, portanto, usando mais a internet e interagindo mais nas redes sociais, era inevitável que Zuckerberg fosse um dos maiores beneficiários da pandemia.

5 – Dan Gilbert

Enriquecimento em 2020: $29.2B (R$156.9B)
Patrimônio líquido total: $36.4B (R$195.5B)


Um dos maiores magnatas imobiliários dos EUA, a principal empresa de Gilbert, Rocket Companies, é especializada em empréstimos hipotecários, e viu seu valor disparar ao começar a ter suas ações negociadas na Bolsa de Nova Iorque. Ele também é dono do time de basquete Cleveland Cavaliers.

4 – Colin Huang

Enriquecimento em 2020: $31.7B (R$170.2B)
Patrimônio líquido total: $51.3B (R$275.5B)


Um dos novos magnatas chineses do e-commerce, Huang é o fundador da Pinduoduo, cujos rendimentos dobraram graças ao aumento nas compras online por conta da pandemia.

3 – Zhong Shanshan

Enriquecimento em 2020: $59.9B (R$321.7B)
Patrimônio líquido total: $66.8B (R$358.8B)


O chinês Zhong Shanshan se tornou o homem mais rico de seu país em 2020, superando Jack Ma. Ele é o presidente da Beijing Wantai Biological Pharmacy Enterprise, produtora de vacinas e kits de teste para hepatite. Mas a maior parte de seu enriquecimento veio de seu controle acionário sobre a Nogfu Sprint, fornecedora de água em garrafas, após as ações dessa empresa passarem a ser negociadas na Bolsa de Hong Kong.

2 – Jeff Bezos

Enriquecimento em 2020: $74.5B (R$400.1B)
Patrimônio líquido total: $189.B (R$1015.1B)


Como não poderia deixar de ser, Jeff Bezos da Amazon foi um dos homens que mais enriqueceu em 2020. Com a pandemia e as quarentenas que se seguiram, os magnatas do e-commerce estiveram entre os que mais se beneficiaram em 2020, conforme as pessoas passaram a preferir a segurança e conveniência das compras online, e Bezos se beneficiou mais do que todos os outros. Atualmente, Bezos segue o homem mais rico do mundo, com mais de 1 trilhão de reais em patrimônio líquido. Para que se tenha noção, isso equivale a quase 1% do PIB dos EUA, e a mais ou menos o PIB da Nova Zelândia ou da Grécia.

1 – Elon Musk

Enriquecimento em 2020: $123B (R$660.6B)
Patrimônio líquido total: $151B (R$811B)


O CEO da Tesla foi o bilionário que mais enriqueceu em 2020. Na verdade, ao longo de 2020, o seu patrimônio aumentou em quase 500%, graças a pagamentos de bônus por parte de sua própria empresa, a operações na bolsa de valores que atraíram mais investidores, bem como por conta dos levantamentos de fundos realizados por sua outra empresa, a Space Exploration Technologies Corp, mais conhecida como SpaceX.

Deixe uma resposta