Dugin – “Os EUA são um Estado terrorista, um Estado pária e um Estado fracassado”

O filósofo russo Aleksandr Dugin comentou essa semana em suas redes sociais sobre a declaração do Pentágono como organização terrorista pelo Parlamento iraniano, associando os EUA ao ISIS, e apotando para a influência do “Deep State” por trás da decisão de Trump: “O Irã declarou oficialmente o Pentágono como organização terrorista. Na realidade, os EUA são um Estado terrorista, um Estado pária e um Estado fracassado. USA=ISIS (ambos desfrutaram da matança do grande herói general Suleimani – ambos se arrependerão em breve). Não há mais Trump — apenas a maldita bruxa Killari aparece sob sua máscara imbecil”.

“Desculpe por isso, mas não temos outra escolha. Todos os bens, produtos, serviços e sistemas americanos serão sancionados. Primeiro de tudo a Amazon – organização terrorista totalitária”, continua Dugin, fazendo referência à megacorporação do bilionário Jeff Bezos, que avança rumo a se tornar o primeiro trilionário e que, para isso, move um aparato econômico totalitário que trata seus funcionários como lixo e é responsável por inúmeras falências.

Finalmente, Dugin expõe a necessidade de pagar os EUA na mesma moeda, olho por olho, dente por dente, sanção por sanção, sangue por sangue, e apontando para o trunfo americano, as armas nucleares, diz o que é necessário fazer em relação a elas: “O Segundo Mundo emerge. Não se pode sancionar a metade da humanidade sem ser sancionado por ela. Não se pode matar com impunidade sem ser morto. Duas verdades em um mundo, não uma (não só ocidental, liberal, americana) – nossa verdade multipolar e a sua, unipolar. Se você não aceita nosso Dasein no mundo, nosso status de sujeito, nós somos obrigados a fazer o mesmo com você

Precisamos colocar as armas nucleares americana sob controle internacional – a gangue de extremistas liberais não tem o direito de ter tal ferramenta. Portanto, precisamos de uma comissão de desnuclearização dos EUA”.

Lembremos que tudo isso se dá no contexto do recente atentado terrorista americano que assassinou o general Qassem Suleimani e acirrou as tensões no Oriente Médio.

Como de costume, o professor Dugin toca nos pontos nevrálgicos do Problema Americano. Os EUA, que acusam outros de terrorismo, são terroristas. Acusam os outrs de párias, mas são párias. E são, evidentemente, um país fracassado. Por isso, devem ser sancionados e terem suas armas nucleares expropriadas.

O excepcionalismo americano é incompatível com a multipolaridade e deve ser rechaçado.

Raphael Machado

Advogado, ativista, tradutor e membro fundador da divisão brasileira da Nova Resistência, é um dos principais divulgadores do pensamento e obra de Aleksandr Dugin e de temas relacionados a Quarta Teoria Política no Brasil.

Deixe uma resposta