Viva a Padroeira do Brasil!

Nossa Pátria Histórica hoje celebra o dia de sua Padroeira: a Mãe de Deus, sob o título de Nossa Senhora Aparecida.

Rejeitando as fábulas burguesas, nós reafirmamos a importância do Sagrado no mundo e no direcionamento das coisas materiais e honrando nosso legado civilizatório, nós respeitamos e honramos o veio católico-romano de nossa Pátria, sem desprezar as outras tradições religiosas de nossos povos. Reafirmamos ainda o caráter público e coletivo da religião e suas festividades na construção e manutenção de um povo. Louvando a religiosidade popular, nós honramos Aparecida. No país mais escravocrata do mundo, a Rainha dos Céus aparece sob forma de escrava. O achamento de sua imagem, deu-se por mãos não dos latifundiários exploradores , mas de simples pescadores, isto é, trabalhadores.

Os milagres da Mãe de Deus nesta terra, não deixam dúvida: a cura de uma cega, a libertação de um escravo, o salvamento de um menino na correnteza de um rio e muitos outros deixam claro: a graça da manifestação da Mãe de Deus é um Sinal dos Céus que parecem indicar um caminho para a nossa Pátria – o fim da exploração dos trabalhadores, o fim do racismo e a inimizade entre as raças e povos. Que assim como o escravo liberto de seus grilhões, seja toda a Pátria liberta da exploração. Que assim como o menino que estava se afogando no rio foi salvo, seja nossa Pátria salva do afogamento que sofremos no rio do liberalismo, cosmopolitismo, rentismo e todo o lixo burguês e anti-cristão. Que assim como a menina cega que foi curada, seja nosso povo curado da cegueira de não enxergar ainda com totalidade os nossos inimigos.

E VIVA NOSSA SENHORA APARECIDA, A PADROEIRA DO BRASIL!

Deixe uma resposta