O Patriotismo de Kim Jong Il é a expressão mais vívida do amor ao país:

Rondong Sinmun, 03 de outubro, ano 106 (2017) da Era Juche

 

A liderança patriótica de Kim Jong Il, aplicado na prática, é a expressão mais vívida de seu amor ao país. E o patriotismo que o povo coreano deve agora apreciar – e aplicar estritamente na prática – é o patriotismo de Kim Jong Il.

Kim Jong Il foi um incomparável patriota que valorizou e cuidou de cada pedaço de grama e de árvore do país. Munido de sua inabalável crença de que os braços fortes da revolução preservariam a independência e a dignidade do país e da nação, e garantiriam a vitória da causa revolucionária, sempre se colocou à vanguarda da defesa do país, percorrendo uma via espinhosa e desafiando a morte em sua longa jornada de um líder Songun.

Suas penosas campanhas sob tempestades e nevascas, sob dias quentes e à meia-noite, contam-nos sobre o quão apropriadamente ele trabalhou para realizar o ideal da construção de uma força.

Uma nova explosão revolucionária e o vento quente da revolução industrial no novo século obrigaram a estabelecer uma base sólida para a construção de um gigante econômico e de uma potência científica.  Edifícios monumentais foram construídos com sucesso para a prosperidade do país e a felicidade das gerações futuras. E todos eles foram fruições valorosas de seu trabalho incansável.

Onde quer que se trabalhe, ou onde que quer que seja, se alguém se dedica ao país de modo a acalentar o patriotismo de Kim Jong Il, contribuindo concretamente para a construção de um poder socialista, estamos diante de um patriotismo autêntico.

 

Kim Yong-il

Ex-primeiro ministro da República Popular e Democrática da Coreia, serviu ao Exército Popular da Coreia entre 1960 e 1969.

Deixe uma resposta