Dugin sobre as fake news: ‘Nossa lealdade é incondicional’

Dugin desmente fake news vinculada sobre um suposto rompimento com Putin devido ao recuo em Kherson.

Começou-se a veicular uma informação de que o filósofo russo Alexander Dugin estaria atacando Putin por causa do recuo da cidade de Kherson. Trata-se de uma informação falsa, uma montagem sem fundamento. O próprio Alexander Dugin se pronunciou a respeito:

“O Ocidente começou a veicular a ficção de que eu e os patriotas russos nos voltamos contra Putin depois do recuo de Kherson e alegadamente estaríamos exigindo a sua derrubada. Isto não vem de lugar algum e eles estão alegando alguma mensagem que eu teria supostamente apagado. É claro que ninguém vai acreditar nisso. Mas só por precaução: ninguém virou as costas a Putin, eu e todos os patriotas russos o apoiamos incondicionalmente.

A dor pela perda de Kherson é uma coisa. A atitude em relação ao Comandante-Chefe é outra coisa. Somos leais a Putin e apoiamos a operação especial militar da Rússia até o fim.

Entretanto, o Ocidente, que está exercendo uma pressão excessiva sobre a Rússia, não compreende que a Rússia e Putin não capitularão em nenhuma circunstância. O presidente foi claro: não nos renderemos. Encurralar a Rússia é suicídio para o Ocidente e para a humanidade.

Estou convencido de que a guerra nuclear pode ser evitada voltando-se para a ideologia e engajando a ideia russa agora. Tendo mobilizado a sociedade espiritual e ideologicamente, conseguiremos sem armas nucleares. Em nome do Presidente e pelo bem do povo. Se temos alguma reclamação, ela é contra a elite dominante, que já está correndo e traindo o Líder Supremo um por um. Somente nós – os patriotas e o povo russo – somos leais a ele”.

Imagem padrão
Nova Resistência
Artigos: 593

Deixar uma resposta