Morreu Eduard Limonov, um dos pais do nacional-bolchevismo russo

Faleceu em Moscou neste dia de hoje (17 de março), aos 77 anos, o escritor e ativista político russo Eduard Limonov. Essa informação já foi confirmada pelos veículos oficiais do partido Outra Rússia, uma coalizão de movimentos políticos e cívicos de orientação socialista e nacionalista, entre os quais estava o Partido Nacional-Bolchevique, fundado por Limonov nos anos 90, ao lado do jovem Aleksandr Dugin.

Sua morte foi anunciada publicamente por Sergei Shargunov, deputado da Duma pelo Partido Comunista da Federação Russa e editor-chefe da revista Yunost. A causa mortis não foi especificada e os meios de comunicação de sua organização prometeram mais informações para os próximos dias. Pelo que se sabe, Limonov estava internado há alguns dias por problemas de saúde, mas estava lúcido e aparentemente bem.

Especulações sobre o coronavírus foram levantadas, mas recordamos aos nossos leitores que a pandemia está relativamente bem controlada na Rússia; ela avança muito lentamente em comparação com outros países graças às medidas restritivas emergenciais impostas pelo governo e ainda não houve qualquer morte pela doença naquele país.

Eduard Limonov foi uma das figuras mais notórias, controversas e originais do mundo político e literário russo. Era parte do que poderíamos chamar de “oposição patriótica” a Putin: aquela categoria de opositores que não compactuavam com o projeto euro-atlantista de destruição da Rússia defendido pela oposição liberal.

Ele nos deixa mais de 70 livros e ensaios escritos, além do exemplo de homem de ação, tendo combatido na Bósnia pelo povo sérvio e enviado camaradas para a defesa do Donbass.

Да, смерть!

1 Comment

  1. Dear brazilian comrades,
    here is very interesting interview with Russian national-bolshevik Aijo Beness (he is Russian but with African descent). If you want, translate to Portuguese on your website.
    https://web.archive.org/web/20140814095929/http://approve.sx/ukraine-foreigners-fight-socialism-greater-russia/

    Aijo was active member of illegal National-Bolshevik Party in Latvia.
    He has been arrested multiple times in different countries and tried for his political activities.
    Aijo took part in actions against the Israeli government.when he was in Palestine.
    Aijo is a revolutionary soldier since the first days of Dobbass uprising.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *