A NR veio para realizar a única revolução possível: a independência civilizacional do Brasil e da América Latina!

O Prof. André Luiz refuta estereótipos contra a NR, aproveitando o ensejo para reafirmar nosso projeto civilizacional.

Há quem pense em comover a NR apelando pra dois estereótipos saídos de sua própria mentalidade liberal.

Primeiro, é fantasiar que desejamos ressuscitar o fascismo, quando já dissemos inúmeras vezes que consideramos o racismo doentio, o Estado-Nação moderno etnocida, e o fascismo uma ideologia fracassada e que deve ser superada.

Uma das mais contundentes, fundamentais e poderosas críticas a Hitler saiu da pena de Julius Evola. Como liberais são, além de ignorantes, muito burros, não conseguem compreender isso.

Segundo, é a fantasia de que um governo regido por uma economia ”social-democrata” é bom, quando a economia é uma dimensão subordinada a outros elementos muito mais fundamentais na Quarta Teoria Política. Uma ”Suécia Tropical” não tem nenhum apelo para nós.

Nós rimos desses projetos alienígenas e que reduzem o Brasil a um papel diminuto e submisso na ordem internacional.

A NR veio pra realizar a única revolução possível: a independência civilizacional do Brasil e da América Latina. A afirmação da nossa razão de existir, de nossa identidade e grandeza. Essa afirmação só pode ser levantada a partir do imaginário dos nossos povos.

Somos a única Organização brasileira que EFETIVAMENTE olha pro nosso povo com a intenção de realizar nosso potencial único e verdadeiro.

Os demais só querem importar algum modelito estrangeiro dentro do qual o Brasil jamais vai caber.

André Luiz

Historiador, mestrando em História pela UFRJ, cristão ortodoxo e membro da NR-RJ.
 

Deixe uma resposta