Dugin: “A vida autêntica importa, não esse simulacro liberal”

Tumultos urbanos afetam diversas cidades dos EUA, por conta do assassinato de George Floyd por um policial. Ao redor do mundo, os tipos de sempre, influenciados pela americanização do planeta, organizam protestos, mesmo em países onde não há negros, como o Japão. Entre as camadas da classe média branca, mais afetadas por sentimentos burgueses de culpa, rituais de “pedidos de desculpa pela escravidão” e de “beijar os pés de negros” se popularizam, maquiando a participação de negros na venda de escravos e a escravidão branca. Em meio a esse caos, e contra as tentativas globalistas de incitar guerras raciais, o professor Aleksandr Dugin chama a atenção para o que é prioritário: rejeitar a modernidade, o capitalismo e o liberalismo (bem como comunismo e fascismo), para reafirmar as identidades dos povos.

Em sua conta na rede social Facebook, Aleksandr Dugin se pronunciou da seguinte forma, chamando a atenção para aquilo que é realmente importante, desde uma perspectiva filosófica, mas que é ignorado e ocultado pelas ONGs e agências ligadas a George Soros:

A única maneira de ser perdoado pelas raças violentamente abusadas e reduzidas à escravidão – incluindo brancos, negros, amarelos e marrons – é se arrepender da modernidade, do capitalismo e das três principais teorias políticas colonialistas e eurocêntricas – começando pelo liberalismo (o problema principal), mas comunismo e fascismo também. A vida autêntica importa, não esse abominável e vil simulacro liberal. A vida não deve ser negra. Sem identidade, cada vida será sem sentido e “negra”. Vidas significativas importam. É a modernidade e o capitalismo que devem ser mortos. Caso contrário, as coisas continuarão assim e tudo se tornará ainda pior do que antes. Morte ao Sistema!

Aleksandr Dugin

Filósofo e cientista político, ex-docente da Universidade Estatal de Moscou, formulador das chamadas Quarta Teoria Política e Teoria do Mundo Multipolar, é um dos principais nomes da escola moderna de geopolítica russa e um dos mais importantes pensadores de nosso tempo.

Deixe uma resposta