O Esgoto cultural do governo Bolsonaro

Breve e contundente nota sobre o descalabro da política cultural do governo Bolsonaro. 

“A Secretaria de Cultura não se manifestou sobre as mortes de Moraes Moreira e Aldir Blanc. Segundo Regina Duarte, a Secretaria “não é obituário”. Quando o João Gilberto morreu, Bolsonaro não se pronunciou. No dia do trabalho, Bolsonaro não escreveu sequer no Twitter uma mensagem para os trabalhadores, algo que eu não me lembro que qualquer presidente tenha feito.

Quando, tempos atrás, um tal de MC Reaça (SIC), um covarde que agredia mulher, se matou, teve nota pública de solidariedade do Bolsonaro.

Reflitam. Sobre prioridades, sobre cultura e sobre o legado do nosso povo

Luiz Campos

Membro da NR-MG, leciona História e Filosofia.

Deixe uma resposta