Coreia do Norte — ‘A cultura burguesa é veneno’

Artigo originalmente publicado em Rodong Sinmun (신문 신문), jornal oficial do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, em 23 de agosto de 107 (2018) da Era Juche.

***

A ideologia e a cultura burguesas são narcóticos que corrompem os povos — terríveis vírus ideológicos, que fazem padecer a consciência e a independência destes.

A ideologia e a cultura burguesas estão fundamentadas no individualismo radical, o qual serve como justificativa para a exploração, o saque, a fraude, a misantropia, o luxo individual e a para a hegemonia do comércio imperialista.

Elas obliteram a cultura nacional e enfraquecem o caráter nacional dos povos.

Quando a ideologia e a cultura burguesas prevalecem, a dignidade e a alma da nação são pisoteadas, e a profunda cultura nacional será forçada a desaparecer. E se a cultura nacional é obliterada, os povos perdem automaticamente seu caráter nacional e desabam no niilismo — transformam-se em gado e são guiados cegamente.

A ideologia e a cultura burguesas consistem em um vírus muito danoso, que mina a sociedade, deitando em ruína o país e a nação.

É basicamente evidente que a ideologia e a cultura burguesas, sem qualquer caráter de universalidade ou de valor, não podem ser aceitas por toda a humanidade, nem tampouco são capazes de promover o desenvolvimento social. No entanto, os imperialistas são incansáveis em afirmar que a ideologia e a cultura burguesas são as únicas passíveis de serem aceitas por todo o planeta, forçando outros países a acatá-la.

Clara e evidente é a intenção deles: eles visam transformar o planeta em um mundo unipolar, no qual eles puxarão as cordas do espetáculo, fazendo com que a ideologia e a cultura burguesas, corruptas, prevaleçam sobre as formidáveis identidades dos países, numa tentativa de entorpecer o espírito sadio dos povos e de derrubar os fundamentos das civilizações.

Constitui fato inequívoco a proposição de que a ideologia e a cultura burguesas representam uma séria ameaça ao destino da humanidade e ao desenvolvimento social.

A ideologia e a cultura socialistas, no entanto, consiste apenas em uma ideologia e em uma cultura que projeta que os povos devem ser desenvolvidos e fortificados — possuidores de uma consciência de independência, criatividade e conhecimento cultural capaz de promover o desenvolvimento das sociedades.

Deixe uma resposta