América Latina livre é América Latina unida!

As grandes questões territoriais da América do Sul são as Guianas, o Suriname e as Malvinas.

Uma América do Sul minimamente alinhada e integrada seria capaz de resolver todas essas questões em apenas 24 horas. E nem EUA, nem França, nem Grã-Bretanha, nem Holanda poderiam fazer NADA em relação a isso.

O Brasil é especialmente importante aqui. Nenhuma potência estrangeira JAMAIS se meteria com qualquer vizinho nosso sem nosso apoio ou anuência, de modo que a luta pela conquista do Estado Brasileiro é a luta pela libertação latino-americana.

É necessário que se entenda (especialmente quem se identifica com algum tipo de nacionalismo ou patriotismo): nosso status coletivo subalterno depende de uma estratégia que coloca os países do continente uns contra os outros, e especialmente o Brasil em tensão com seus vizinhos, servindo como ferramenta imperialista.

Unidos somos invencíveis.

Separados não passamos de escravos.

O sonho de Perón e Bolivar deve ser realizado,

AMÉRICA LATINA UNA, GRANDE & LIVRE!

Deixe uma resposta