A Afobação dos Pseudo-Analistas e o “Motim” de Prigozhin

Na última vez que o Prigozhin fez algazarra e todos vocês acreditaram, eu lancei uma análise detalhada com as hipóteses, acertei e Bakhmut caiu no espaço de dias.

O problema da internet é que nesse afã pelo “in real time”, todo mundo se afoba e ninguém realmente analisa os acontecimentos.

Apenas observem e aguardem.

Todo mundo está cansado de saber que Prigozhin não é senão testa-de-ferro de Putin desde antes do primeiro governo deste.

Todo mundo também está cansado de saber que Putin tem empreendido um grande esforço por limpar o establishment russo dos liberais e atlantistas deixados pra ele por Iéltsin.

Nada que Prigozhin faz ou diz é sem o aval de Putin. Se ele fizer ou estiver, agora, fazendo algo sem aval de Putin, isso será rapidamente resolvido. Uma coisa que ninguém disse é que todas as mensagens do Prigozhin foram redigidas mais ou menos no mesmo horário, porém foram lançadas espaçadas com delay. São mensagens programadas segundo a Rybar, como informado pelo Coronel Cassad.

Nos últimos dias tem havido já movimentações da Guarda Nacional e GRU, em uma espécie de pré-lei marcial, dirigida contra células terroristas adormecidas e infiltradas.

Além disso, na mídia russa e entre os intelectuais russos têm havido exigências de estabelecimento, por Putin, de um estado de exceção, uma ditadura, para finalizar a limpeza do Estado russo e conduzir o confronto contra o Ocidente sem riscos de traições, sabotagens e impedimentos.

Ao mesmo tempo, com o atolamento da contraofensiva ucraniana, há rumores de uma operação russa a ser lançada em outra direção, como Kharkov.

Nesse sentido, há várias opções:

  • Psyops pra mascarar uma ofensiva russa;
  • Psyops pra fazer com que terroristas e traidores dentro da Rússia se revelem permitindo sua prisão;
  • Psyops pra legitimar um fechamento de regime, o estabelecimento de uma ditadura;
  • É tudo verdade literal, e daqui a pouco Putin resolve e apazigua a situação, ou então o Prigozhin se ferra.

Necessário, também, levar em consideração que há rumores de envolvimento mais direto da OTAN na Ucrânia [há movimentações estranhas na Romênia], bem como de sabotagem na usina nuclear de Zaporizhia, de modo que a Rússia pode estar já se antecipando em algo ou preparando uma surpresa.

De qualquer maneira, logo saberemos então não faz sentido ninguém se afobar ou delirar com a rápida sucessão de factóides.

Enquanto isso, aliás, houve pesados bombardeios em várias regiões ucranianas que pegaram as defesas antiaéreas ucranianas de surpresa. As forças russas continuam impondo baixas pesadas aos ucranianos em Zaporizhia e os russos iniciaram uma pequena ofensiva perto de Kremina e estão avançando.

É isso. Apenas observemos.

Imagem padrão
Raphael Machado

Advogado, ativista, tradutor, membro fundador e presidente da Nova Resistência. Um dos principais divulgadores do pensamento e obra de Alexander Dugin e de temas relacionados a Quarta Teoria Política no Brasil.

Artigos: 53

Deixar uma resposta