Ramzan Kadyrov: De líder regional a soldado de Putin

O chefe da República Chechena, Ramzan Kadyrov, tem desempenhado um papel importante no conflito em curso entre a Rússia e a Ucrânia. Desde o início da “Operação Militar Especial”, ele não só tem sido um dos principais atores na frente militar, autodenominando-se “soldado raso de Putin”, mas também uma das principais fontes de informação sobre eventos no terreno, compartilhando múltiplos vídeos e mensagens em sua conta no Telegram.

Enquanto alguns se concentram nos conflitos inter-elite em que ele está envolvido e em sua aparência, avaliando os custos de seu traje, a mídia social de Ramzan Kadyrov é seguida por mais de 2 milhões de pessoas e ele interage diariamente com sua audiência, compartilhando vídeos de seus comandantes, apelando para oficiais e tropas ucranianas e falando sobre seu papel e o papel de seu povo no conflito militar.

Ramzan Kadyrov é filho de Ahmat Kadyrov, político checheno, erudito religioso e chefe da Chechênia entre 2000 e 2004. É difícil negar que a Chechênia permaneceu como parte da Rússia e que a capital, Grozny, foi completamente reconstruída e tornou-se um dos lugares mais modernos do país graças aos Kadyrovs.

Ramzan elabora sua visão dos eventos atuais e seus antecedentes em detalhes no artigo “O colapso do mundo unipolar” publicado em seu site oficial.

Outra publicação de Ramzan Kadyrov que se tornou viral foi um vídeo citando a música “Don’t Tread on Me” da banda de metal americana Metallica. Este vídeo foi visto por mais de 2 milhões de usuários do Telegram.

Segundo Kadyrov, esta composição usada como hino não oficial do partido republicano norte-americano, está relacionada com a Guerra da Independência americana e a frase “Don’t Tread on Me” também é conhecida como o lema dos libertários, que lutaram pelas liberdades individuais. Ao mesmo tempo, ele descreveu a canção como relevante também para a Rússia de hoje. Kadyrov terminou seu posto com um aviso contra o conflito com a Rússia: “Portanto, recomendo a todos os Shaitans (demônios) que pensem 100 vezes antes de pisar em nós!” Vemos que Kadyrov está agora se tornando a pessoa pública chave das forças militares russas, divulgando atualizações sobre a situação na frente de batalha e os processos de “desmilitarização, desnazificação e deshaitanização (desdemonização)”, como ele disse.

Fonte: El Contacto
Tradução: Augusto Fleck

Imagem padrão
Dragana Trifković

Diretora Geral do Centro de Estudos Geoestratégicos em Belgrado, Sérvia.

Artigos: 593

Deixar uma resposta