Nota de solidariedade à República da Armênia

Diante dos últimos acontecimentos, a Nova Resistência enviou uma carta à Embaixada da Armênia em Brasília expressando solidariedade ao povo armênio. Enquanto Organização atenta ao cenário geopolítico mundial, a NR sempre apoiou a Armênia em suas justas demandas no Artsakh. Também sempre lutamos pela ampliação do reconhecimento do Genocídio Armênio, do qual nos lembramos com profundo luto. Nesse sentido, entendemos como fundamental o apoio brasileiro à Armênia em mais este momento de dificuldades, o que nos motiva expressar publicamente nossa solidariedade.

Rio de Janeiro,

06 de agosto de 2022.

Excelentíssimos representantes da República da Armênia,

A Organização política e popular Nova Resistência (NR) vem por meio desta prestar solidariedade ao povo armênio neste momento de particular tensão em razão das desnecessárias e injustificadas provocações e investidas azeris.

Somos uma Organização de sete anos de existência cujos valores se pautam na luta pela construção de uma ordem mundial multipolar, com nações livres e verdadeiramente soberanas, razão pela qual somos movidos a apoiar incondicionalmente o Artsakh armênio.

Acreditamos que Brasil e Armênia são nações irmãs, considerando o amplo acolhimento oferecido pelo nosso país ao povo armênio em seus momentos de maior sofrimento e perseguição. Em nossa Organização também lembramos com profundo pesar a respeito a memória do Genocídio Armênio e lutamos pela universalização de seu reconhecimento.

Que nossos irmãos armênios estejam plenamente cientes de que sempre poderão contar com nosso apoio em tudo que nos for possível. E que seja este apenas o primeiro passo de uma frutífera cooperação entre a Nova Resistência e a Embaixada da República da Armênia.

Atenciosamente,

Raphael Machado, Presidente da Nova Resistência.

Lucas Leiroz de Almeida, Secretário de Relações Internacionais da Nova Resistência.

Imagem padrão
Nova Resistência

Organização nacional-revolucionária que, com base na Quarta Teoria Política, busca restaurar a dignidade imperial do povo brasileiro.

Artigos: 585

Deixar uma resposta