Dugin – ‘O coronavírus exige um Estado de Emergência’

Mais comentários do professor Dugin sobre a Pandemia Global do COVID-19.

Chego à conclusão de que é necessário introduzir um estado de emergência (como nos EUA): quarentena total e estabelecimento de um regime de ditadura política direta (temporária). Todos os que são contra o isolamento devem ser postos com os doentes (nos termos de Vigiar e Punir de  Foucault).

O Sberbank e os grandes monopólios devem ser nacionalizados sem compensação. Toda a indústria e os bancos devem operar sob a supervisão de um Comitê de Emergência.

Leia também:

Temos que cancelar a votação de 22 de abril e considerá-la inoportuna nessa situação: quem quer que consiga lidar com a pandemia é, na realidade, o Presidente, o Vencedor, o Herói, o Governante, o Soberano. É uma questão de facto.

Ao mesmo tempo, ao lado da grande batalha contra o coronavírus, deveria haver uma outra Rússia: com um Estado forte, com justiça social, com coesão — sem oligarcas, sem funcionários corruptos e sem liberais em geral. Eles podem ser mandados para a Inglaterra, onde Boris Johnson, no espírito do liberalismo anglo-saxão, proclamou: sua doença é seu problema. Não vamos testar ninguém; vivam ou morram como quiserem.

Trump se diz soberano. E, assim, ele fechou os Estados Unidos dos elementos nocivos vindos da Europa.

Aqueles que são a favor da Quarentena e do Estado de Emergência são nosso partido.

Aqueles que são contra, são inimigos do povo russo, do Estado e agentes do coronavírus.

Putin, envie as tropas!

Aleksandr Dugin

Filósofo e cientista político, ex-docente da Universidade Estatal de Moscou, formulador das chamadas Quarta Teoria Política e Teoria do Mundo Multipolar, é um dos principais nomes da escola moderna de geopolítica russa e um dos mais importantes pensadores de nosso tempo.

Deixe uma resposta