Liberdade para Nicolás!

Nicolás, cidadão colombiano-canadense e curandeiro educado nas tradições da medicina tradicional centro-americana e andina, está preso.

Sob o mando do sátrapa Lenín Moreno, ele foi detido no aeroporto de Quito, na sexta-feira de cinco de Abril, quando transportava uma planta conhecida como San Pedro. O San Pedro cujo nome científico é Echinopsis pachanoi, é um enteógeno usado por povos nativos americanos há mais de cinco mil anos.

Existem muitas investigações acadêmicas e publicações indexadas sobre o uso medicinal do San Pedro (planta também conhecida como Wachuma). Ele é utilizado na medicina tradicional em cerimônias que são conduzidas por curandeiros e também no tratamento de doenças do sistema nervoso, articulações, dependência química, problemas cardíacos e hipertensão.

Nicolás é um membro da Igreja Nativo Americana Teokali Quetzalcoatl, radicada nos EUA, e, portanto, possui licença e direito de transportar medicina ancestral. Ele é um homem-medicina que estava transportando San Pedro desidratado, pois foi convidado para realizar cerimônias de cura em um encontro espiritual chamado Busca da Visão, onde se praticam jejum ritual e retiro cerimonial.

Os curandeiros compartilham e transportam essas medicinas porque não essa prática não é ilegal. Não é aceitável que os detenham e os acusem de narcotráfico por transportarem a planta principal de muitos altares sagrados.

Consideramos que o estado equatoriano se equivoca ao deter um homem de tradição indígena, acusando-o de delinquente e executando o único caso no mundo de detenção por transporte de San Pedro.

A prisão de Nicolás é uma violação de direitos e também uma afronta à cultura e à herança de diversos povos nativos.

Pela liberação imediata de Nicolás!
Pelo Direito dos Povos Ancestrais!

Liberdade, Justiça, Revolução!

Deixe uma resposta