O Brasil deveria abandonar todos os tratados de não-proliferação

A doutrina militar americana defende que o grande país do norte pode usar seu vasto e decisivo arsenal nuclear para atacar outros países caso necessário. Para atacar, inclusive, os países que são signatários dos tratados de não proliferação de armas nucleares.

Sabendo disso, só há um caminho digno e coerente para qualquer nação soberana. Sair dos tratados de não proliferação e desenvolver seu próprio arsenal.

Sim, isso vale também para nós, que somos a melhor das Américas.

André Luiz dos Reis

Historiador, mestrando em História pela UFRJ, cristão ortodoxo e membro da NR-RJ.
 

Deixe uma resposta