O que acontecerá com o Daesh após sua derrota na Síria e no Iraque?

O chefe do Serviço Federal de Defesa da Federação Russa crê que o grupo terrorista Daesh está trabalhando para estabelecer uma rede global de terrorismo.

Alexander Bortnikov, general do Exército russo e diretor da FSB, considera que esse grupo, condenando mundialmente, haveria renunciado a sua ideia de estabelecer um “califado” no Oriente Médio e estaria agora buscando estabelecer uma rede global de terrorismo a partir das suas posições no Afeganistão – com o objetivo de lançar ataques contra vários países, incluindo a Rússia.

“Depois de fracassar na Síria e no Iraque, os terroristas do Daesh se deslocarão ao Afeganistão, onde estão ativos e onde buscam se reorganizar. É a partir do Afeganistão que os terroristas do Daesh podem se infiltrar na Ásia Central, Irã, China e Índia. Também pretendem se voltar para a Rússia”, disse Alexander Bortnikov.

O chefe da FSB afirmou que os terroristas haviam expandido seus laços com hackers e formado unidades de ciberataque para causar desastres técnicos. Também previu que os terroristas do Daesh tentarão lançar ataques cibernéticos contra infraestruturas finas.

Fonte: Al-Manar

Deixe uma resposta