A VICEficação da política

Raphael Machado discorre sobre a ascensão do Talibã e uma das principais características da pós-política.

Uma das características da pós-política é essa fragmentação das grandes questões políticas nas pautas subjetivas de minorias.

É basicamente cada grupinho de interesse se escandalizando com a tomada do país pelo Talibã por causa da sua “minoria oprimida”. E nessa degeneração pós-moderna da política mesmo os cristãos conservadores participam de maneira entusiasmada.

A maioria das pessoas que pensam a situação do Afeganistão parece ser incapaz de pensar a situação a partir do grande cenário regional do tabuleiro de xadrez geopolítico, as grandes questões culturais e civilizacionais envolvidas, as grandes transformações epocais, os milênios de história.

Tudo se resume a “agora a minoria x será oprimida”, “conheça o drama dos x que vivem sob o domínio do Talibã”. E o problema central é a sua “minoria oprimida” e se não fosse por isso a pessoa nem se interessava.

Insuportável. É a VICEficação do discurso.

Raphael Machado

Advogado, ativista, tradutor, membro fundador e coordenador-geral Nova Resistência, é um dos principais divulgadores do pensamento e obra de Aleksandr Dugin e de temas relacionados a Quarta Teoria Política no Brasil.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *